: O Conteúdo Básico Comum (CBC) de História no Ensino Médio

Eixo Temático I : Mundo Moderno, Colonização e Relações Étnico-Culturais (1500/1808)

• Os tópicos obrigatórios são numerados em algarismos arábicos e o texto está em negrito.
• Os tópicos complementares são numerados em algarismos romanos e o texto está em itálico.

Tema 1 – As Grandes Navegações e o Alargamento do Mundo

Sub-Tema 1 – Representações Européias do Novo Mundo


TÓPICOS

HABILIDADES

1. O Novo Mundo nos Relatos de Viagem: dos navegantes, Descobridores e Cronistas: mitos e visões.

• Leitura e análise de fontes: relatos dos cronistas dos impérios coloniais (Pero Vaz Caminha), descobridores (Cristóvão Colombo) e viajantes em geral (Hans Staden, Jean de Lèry, Thevet).
• Leitura e análise de fontes iconográficas européias que evidenciem suas representações mentais sobre o Novo Mundo.

I. O Renascimento, a Reforma e a Contra-Reforma.

• Identificar e caracterizar os inícios de uma nova mentalidade na Europa.

Tema 2 – A Lógica de Dominação dos Impérios Coloniais: Capitalismo Mercantil e Escravidão

Sub-Tema 1 – Escravidão e Comércio no Mundo Moderno

TÓPICOS

HABILIDADES

2. Capitalismo Mercantil e Absolutismo:
• o rei e o capital;
• circuitos do tráfego de escravos (Novo Mundo, África e Europa);
• circuitos comerciais de mercadorias (metais preciosos, especiarias, açúcar, vinhos, etc).

• Compreender e analisar o processo de constituição dos Estados Nacionais Modernos no quadro do absolutismo em conexão com a expansão do capitalismo mercantil;
• Compreender e analisar a importância do alargamento das antigas rotas comerciais; o ressurgimento e expansão do comércio, as novas mercadorias e o tráfico de escravos.


Tema 3 – A Colonização Portuguesa no Novo Mundo: do Litoral ao Interior

Sub-Tema 1 “Arranhando o Litoral": o Início da Colonização



TÓPICOS

HABILIDADES

3. Da Economia Extrativista à Economia Açucareira.

• Compreender e analisar o início do processo de colonização em conexão com a implantação das primeiras formas de exploração econômica na colônia portuguesa.

II. Conflitos pela Posse de Colônias no Novo Mundo:
• A experiência francesa no Novo Mundo;
• A União Ibérica e as guerras do açúcar;
• A partilha do Novo Mundo.

• Caracterizar os interesses envolvidos nas disputas coloniais;
• Ler e analisar, por meio da cartografia e de fontes textuais, os primeiros tratados político-territoriais para a partilha do Novo Mundo.

Sub-Tema 2 – Colonização: Poder, Trabalho e Sociedade

TÓPICOS

HABILIDADES

4. Sociedade de Plantation X Sociedade Mineradora:
• a agro-indústria do açúcar;
• o capital mercantil e trabalho escravo;
• economia de subsistência e trabalho livre;
• mineração e sociedade urbana;
• comerciantes e circulação de mercadorias e idéias.

• Compreender e analisar a diversidade do projeto colonial português na América, comparando as sociedades implantadas no Nordeste e no Centro-sul brasileiro, a partir de suas bases econômicas

5. Escravidão e Liberdades:
• Alforrias, coartações: mobilidade social e econômica;
• Quilombos e outras resistências negras;
• Negociações entre comerciantes e quilombolas;
• Negros e negras de tabuleiro;
• Palmares e Revolta do Malês.

 

• Analisar as contradições entre trabalho escravo, mobilidade social e resistências à escravidão na sociedade colonial;
• Leitura e análise de fontes: correspondências, anúncios para captura de escravos, documentos oficiais e mapas identificando a localização dos principais quilombos e seus efeitos sobre os colonos.

III. Expansão territorial e luta pelo poder:
• Potentados contra o poder metropolitano;
• Potentados e poder local;
• Câmaras Municipais e poder local.
• Caminhos e fazendas de gado.
IV. Pombal e a expulsão dos Jesuítas.
V. Festas cívicas e religiosas: devoção, sociabilidades e celebrações.

• Caracterizar os interesses envolvidos;
• Compreender e analisar os embates políticos na vida colonial em conexão com a expansão e interiorização da colonização e o surgimento de novas atividades econômicas;
• Compreender a emergência do reformismo ilustrado em Portugal e suas repercussões na administração colonial;
• Analisar a dinâmica das sociabilidades e do hibridismo cultural na América portuguesa.

Sub-Tema 3 – Das Crises no Sistema Colonial ao Anfiteatro da Independência

6. Iluminismo, Revoluções Liberais (Revolução Francesa e Revolução Americana) e Crise do Sistema Colonial: resistências contra o Antigo Regime.
• .Elites coloniais e Inconfidência Mineira;
• Manifestações populares e Inconfidência Bahiana.

TÓPICOS

HABILIDADES

6. Iluminismo, Revoluções Liberais (Revolução Francesa e Revolução Americana) e Crise do Sistema Colonial: resistências contra o Antigo Regime.
• .Elites coloniais e Inconfidência Mineira;
• Manifestações populares e Inconfidência Bahiana.

• Compreender e analisar o processo de surgimento de uma nova consciência política (liberal e anti-absolutista) na Europa; as revoluções liberais e seus desdobramentos;
• Compreender e analisar a crise do sistema colonial em seus processos internos e em suas conexões com o ideário liberal;
• Comparar os movimentos de resistência contra a colonização portuguesa, identificando suas especificidades.

7. Transferência da Corte Portuguesa para o Brasil, Abertura dos Portos, e rompimento do Pacto Colonial.

• Compreender e analisar o processo de ruptura dos pactos coloniais, dinamização econômica e social e mudanças políticas; o anfiteatro da Independência;
• Leitura e análise dos novos tratados comerciais firmados entre a Coroa portuguesa e as potências européias;
• Analisar os impactos da transferência da Corte Portuguesa sobre os hábitos e costumes da vida colonial.

VI. O liberalismo e os movimentos de emancipação na América espanhola.

• Comparar os movimentos de resistência ao domínio português no Brasil com os movimentos de emancipação na América espanhola;
• Analisar o ideário pan-americano e a fragmentação política no pós-independência.

VII. Os Artistas e Cientistas Europeus no Brasil Joanino: representações estrangeiras sobre o Brasil.

• Analisar as imagens produzidas pelos europeus no Brasil Joanino e I Império.

Eixo Temático II: Cultura e Política na Construção do Estado Nacional Brasileiro (1822-1930)

Tema 1 – Embates Políticos e Culturais no Processo de Construção e Afirmação do Estado Nacional

Sub-Tema 1 – O Estabelecimento da Monarquia no Brasil: Opções Políticas e Montagem da Estrutura de Poder

TÓPICOS

HABILIDADES

8. Estrutura Constitucional, Agrupamentos Políticos, Forças Sociais e Simbologia do Poder.

• Compreender a singularidade da solução monárquica para a independência do Brasil;
• Interpretar o projeto constitucional de 1823 e Constituição de 1824, em suas relações com os interesses presentes no processo de independência e com os limites à cidadania no Brasil pós-independência;
• Confrontar as periodizações históricas tradicionais a partir das noções de múltiplas temporalidades, permanências e mudanças, simultaneidade de processos históricos;
• Análise das configurações das elites brasileiras no Império, seus interesses e agrupamentos político-partidários;
• Análise das posições das elites brasileiras frente ao ideal de civilização nos trópicos e sua opção pelo sistema monárquico: acentuar a singularidade dessa opção no contexto latino-americano;
• Análise de fontes (festas, monumentos, pinturas e fotografias): os significados simbólicos da monarquia; o exercício e legitimação do poder; e sua relação com as liturgias políticas ao longo da história brasileira;
• Análise de fontes (jornais e revistas da época) que expressam as sátiras ao poder: o Império em caricaturas;
• Analisar manifestações culturais: festas e celebrações religiosas e profanas;
• Caracterização do ideário civilizador europeu e suas ressonâncias no Brasil, no início do século XIX (teorias raciais européias do século XIX e as teses sobre o branqueamento e a mestiçagem no Brasil).

9. Liberalismo e Sociedade Escravista: luta pelos direitos e cidadania no Império.

• Analisar o conceito de cidadania e sua historicidade;
• Analisar o conceito de liberalismo, suas apropriações no Império e suas reapropriações ao longo da história brasileira;
• Compreensão e análise do conceito de liberalismo e de suas apropriações no contexto nacional;
• Analisar estratégias de grupos e de indivíduos em busca de direitos no contexto do liberalismo excludente: população livre pobre, branca, negra ou mestiça, imigrantes.

10. A “Experiência Republicana”: o período regencial

• Analisar a existência afetiva de uma experiência republicana em meados do século XIX;
• Analisar os conflitos e movimentos políticos e sociais no período: Revolta dos Farrapos, Cabanagem e outros.

11. Crise e Confrontos: fim da monarquia no Brasil e proclamação da República.

• Confrontar os conceitos de monarquia e república;
• Analisar o enfraquecimento das bases de sustentação da monarquia brasileira;
• Analisar o movimento abolicionista e republicano, suas características e efeitos sobre a sociedade brasileira;
• Analisar a relação entre nacionalidade brasileira e a Guerra do Paraguai;
• Relacionar as políticas de imigração com o processo de abolição da escravatura.

Sub-Tema 2 – Reconfiguração do Estado: a República e seu Projeto Político

TÓPICOS

HABILIDADES

12. A Primeira República e as Oligarquias: novas questões sobre a cidadania.

• Comparar a Constituição do Império (1824) com a primeira Constituição republicana (1891): o que se explicita, o que se silencia, avanços e recuos dos direitos de cidadania;
• Debater a inserção/exclusão das camadas populares no processo político.

13. Resistências e Conflitos na Primeira República.

• Análise dos impactos da prática política e do liberalismo brasileiros da Primeira República sobre os segmentos menos favorecidos da população (trabalhadores urbanos, camponeses e setores médios);
• Discussão sobre movimentos sociais da época: exclusão social e poder messiânico; questão fundiária, banditismo social e movimentos místico-religiosos como reações às práticas liberais, em análise comparativa com situações do tempo presente;
• Análise das ações do Estado republicano em favor da modernização e seus impactos sobre a população, considerando o papel do discurso científico (higienismo).

VIII. As Bases do Poder Local: coronelismo, clientelismo e política dos governadores.

• Análise da estrutura política da Primeira República, suas articulações e bases de poder;
• Análise crítica das relações entre o poder central e os poderes locais, sobre o princípio federativo e suas múltiplas faces na prática política republicana brasileira, até o tempo presente.

IX. Semana de Arte Moderna de 1922 e o Tenentismo: movimentos de questionamentos da ordem estabelecida.

• Analisar manifestações políticas, sociais e étnico-culturais no campo e nas cidades brasileiras.


Tema 2 – Trabalho e Produção na Sociedade Brasileira entre o Império e a Primeira República

Sub-Tema 1 – Transformações e Permanências na Organização Econômica Brasileira

TÓPICOS

HABILIDADES

14. O Brasil no Quadro do Capitalismo Ocidental no Início do Século XX: nacionalismos, imperialismo e neocolonialismo.

• Identificar e analisar por meio de dados quantitativos (dados censitários na forma de gráficos e tabelas) impactos do processo de industrialização/ urbanização, imigração sobre a organização do trabalho e práticas sociais e políticas.

15. O Século XX: da I Guerra Mundial aos desdobramentos internacionais da Revolução Russa.

• Análise das revoltas populares e movimentos operários (anarquismo, comunismo) e seu papel no processo de construção da cidadania;
• Análise da reorganização e diversificação das relações de trabalho após o fim da escravidão: imigração e trabalho livre no campo; posição dos ex-escravos nesse novo contexto; colonato e parceria;
• Análise das características da chamada Segunda Revolução Industrial e seus efeitos na correlação de forças entre as nações européias;
• Análise das características da organização social e econômica do Brasil e suas relações com o capitalismo internacional;
• Análise das características da chamada Terceira Revolução Industrial e seus efeitos a organização social e econômica do Brasil;
• Explicar como se definiram os dois blocos de nações européias rivais a partir das crises do início do século XX;
• Explicar as razões que levaram o Brasil a declarar sua entrada na 1a Guerra Mundial;
• Estabelecer relações entre a Primeira Guerra e a Revolução Russa de 1917.

X. A Economia Agro-exportadora, e a Diversificação Econômica entre o Império e a República.

• Analisar a relação de preponderância da cafeicultura sobre outros setores da economia brasileira, como indústria e comércio.

Eixo Temático III: Mundo Contemporâneo, República e Modernidade; Cidadania e Democracia: de 1930 aos Dias Atuais.

Tema 1 – Conflitos no Mundo Contemporâneo

Sub-tema 1 – Grandes Conflitos Político-econômicos: Definições da Ordem Social

TÓPICOS

HABILIDADES

16. II Grande Guerra, bipolaridade ideológica e a "nova ordem mundial":
• A onda de regimes autoritários na América Latina;
• A descolonização de África e Ásia: nacionalismo, autonomia e anti-imperialismo.

 

• Estabelecer relações entre os sistemas totalitários de governo e a Segunda Grande Guerra;
• Estabelecer comparações, identificando semelhanças e diferenças, entre nazismo e fascismos;
• Fazer ordenação cronológica correta, do ponto de vista histórico, dos diversos fenômenos do pós-guerra propostos para estudo;
• Explicar os motivos que levaram o Brasil a participar da Segunda Guerra e os efeitos na política interna do país;
• Explicar as relações entre Estados Unidos e União Soviética no contexto da Guerra Fria e seus desdobramentos nas relações com a América Latina.

17. Os Regimes Ditatoriais no Brasil e os Movimentos de Ruptura da Ordem Estabelecida.

• Explicar a formação do império americano e dimensionar sua influência planetária;
• Caracterizar, do ponto de vista político e ideológico, diferentes processos de descolonização na África e na Ásia, estabelecendo relações com o fim dos impérios coloniais;
• Situar temporal e espacialmente os diferentes processos de descolonização da África e Ásia;
• Conceituar capitalismo monopolista, estabelecendo diferenças entre o capitalismo comercial (século XVI a XVII) e o capitalismo industrial (século XIX);
• Analisar as permanências e as transformações nos processos históricos de constituição de governos ditatoriais no Brasil.

XI. O Período Entre-Guerras e a Crise de 1929.

• Mostrar o impacto da crise de 1929 na economia brasileira e mundial;
• Analisar filmes que enfoquem os anos da depressão


Sub-Tema 2 – Demarcação de Territórios de Identidades Sócio-Culturais

TÓPICOS

HABILIDADES

18. Fundamentalismos Étnicos, Religiosos e Ambientalistas: o choque entre o multiculturalismo e a intolerância.

• Operar com conceitos ligados às convenções históricas (Mundo Contemporâneo, mundo moderno);
• Operar com os conceitos de etnia, cultura, fundamentalismo e multiculturalismo.

XII. Contestações Político-Culturais: os movimentos das "minorias" (feminismo, movimento negro, contra-cultura, movimento estudantil, etc.)
XIII. Indústria cultural X identidades culturais: paradoxos da relação entre global e local.

• Analisar filmes de diferentes nacionalidades, como fontes históricas, contextualizando seu local/tempo de produção e observando as especificidades desse tipo de linguagem.

Tema 2 – O Mundo em Processo de Globalização

Sub-Tema 1
– Transnacionalização da Economia

TÓPICOS

HABILIDADES

19. Abertura do Mercado Brasileiro para o Capital Estrangeiro: do nacional-desenvolvimentismo à implementação de políticas neoliberais.

• Ler e escrever textos históricos, utilizando corretamente os conceitos da disciplina em estudo (nacional-desenvolvimentismo, neoliberalismo, etc.);
• Analisar reportagens de periódicos nacionais (tanto especializados, quanto de grande circulação), relacionando seu conteúdo com produções historiográficas sobre o tema em estudo;
• Desenvolver e utilizar instrumentos de sistematização de dados de pesquisa colhidos na internet.

XIV. O Capitalismo Financeiro: da hegemonia norte-americana ao surgimento dos grandes blocos econômicos.
XV. Desenvolvimento Tecnológico e Mudanças no Mundo do Trabalho.

• Analisar reportagens de periódicos nacionais (tanto especializados, quanto de grande circulação), relacionando seu conteúdo com produções historiográficas sobre o tema em estudo;
• Desenvolver e utilizar instrumentos de sistematização de dados de pesquisa colhidos na internet.

Tema 3 – A Construção da Cidadania Moderna

Sub-Tema 1 –
Urbanização e Modernidade

TÓPICOS

HABILIDADES

20. Partidos Políticos, Sindicatos e a Consolidação da Democracia Brasileira: do peleguismo ao novo sindicalismo urbano.

• Comparar os valores de seu grupo sócio-cultural de referência com os de outros grupos (partidos políticos e sindicatos), através da investigação de processos históricos.

XVI. A Industrialização Brasileira: êxodo rural e favelização das metrópoles.

• Analisar fotografias produzidas sobre os movimentos migratórios, observando as especificidades deste tipo de fonte; relacioná-las com os conceitos históricos em questão;
• Analisar dados estatísticos, relacionando-os com as fontes escritas sobre o período ou o fenômeno histórico em questão.

Sub-Tema 2 – A Relação Estado/Sociedade Civil na Constituição dos Direitos

TÓPICOS

HABILIDADES

21. Do Estado do Bem Estar Social ao Desenvolvimento do Neoliberalismo: as políticas de assistência e inclusão social.

• Identificar correspondências e contradições entre o discurso oficial do(s) Estado(s) em estudo e a realidade social.

XVII. A Construção dos Direitos (civis, políticos e sociais) na República Brasileira: demandas sociais e legislação.

• Interpretar textos históricos e textos legais, comparando-os entre si e discernindo o seu conteúdo essencial.


Página anterior Bibliografia