TEMA INTERAÇÃO DO CORPO COM ESTÍMULOS DO AMBIENTE

O tema rata de idéias relacionadas com o que acontece com o organismo humano quando ele reage a alguns tipos de estímulos e mudanças do ambiente. Ele envolve, conhecimentos de fisiologia, relativos ao sistema nervoso e órgãos dos sentidos e, ainda, modelos físicos para a luz e o som.

O estudo das das drogas e seus efeitos no organismo é contexto para o estudo da fisiologia do sistema nervoso. O uso de drogas traz inúmeros transtornos sociais, principalmente na escola, para famílias e órgãos de saúde. Ao contrário do que muitos pensam, a droga não é um problema exclusivo de jovens pobres, delinqüentes ou de famílias desestruturadas. Os jovens de classe média, também, podem ser usuários, assim como atuar no tráfico.
 
 


O envolvimento com as drogas está relacionado a diferentes fatores e motivos: dinheiro, saúde, sexo, desemprego, problemas sociais, curiosidade e vontade de viver novas emoções, entre outros. Muitos são os modelos adotados na sociedade para prevenir o uso de drogas. Alguns usam de artifícios morais, amedrontamento, vigilância, controle, punição, divulgação científica de informações etc. Atualmente, entre outras abordagens em desenvolvimento, têm se mostrado eficazes aquelas que incentivam jovens a participar de atividades esportivas, culturais e políticas. Enfim, programas que combinam diferentes aspectos, entre os quais os efetivos e outros, voltados para hábitos saudáveis de vida.

A escolha do tópico luz e visão como tópico exemplar dessa temática se justifica por duas razões. Em primeiro lugar, ele tipifica reações do organismo em resposta a estímulos do ambiente e o processamento complexo de informações daí resultante que nos permite perceber o ambiente de um certo modo. Respostas fisiológicas aos estímulos luminosos são, portanto, decorrentes da existência de estruturas especializadas. Em segundo lugar, o estudo do tópico permite tratar da luz como entidade que se propaga no espaço e como ela participa do processo de formação de imagens.

O modelo de luz e visão - segundo o qual a luz proveniente de fontes luminosas é refletida pelos objetos, penetra em nossa pupila, formando imagem na retina e estimulando processos no cérebro – é fundamental para compreensão dos fenômenos luminosos, dando base para estudos posteriores no ensino médio. Como tema complementar, sugerimos o estudo da propagação e percepção de sons.

Prioridades de aprendizagem


Além de aspectos de fisiologia humana, ligados ao funcionamento do sistema nervoso, o tema ‘Drogas e seus Efeitos no Organismo’ envolve a dimensão sócio-afetiva de avaliar riscos na tomada de decisão pessoal e no papel da educação em ciências para informar nossas ações.

 
 

Pode ser dada especial atenção no estudo do tema Visão e fenômenos luminosos a certos aspectos como: a luz é uma entidade que se propaga em linha reta com velocidade elevada, mas finita; que a maior parte dos objetos que nos rodeiam não emitem luz própria, absorvem parte da luz que incide sobre eles e refletem outra parte em todas as direções . A parte refletida pelo objeto está relacionada com sua cor e que o enxergamos quando a luz por ele refletida atinge nossos olhos.

Idéias prévias

   
 
As concepções prévias dos estudantes, respaldadas por amplo espectro de pesquisas, indicam a existência de modelos alternativos utilizados por eles para interpretarem fenômenos relacionados à luz e ao processo de visão. Os estudantes costumam usar alguns modelos para explicar a visão de objetos à nossa volta. O primeiro modelo, denominado de "modelo olho", sustenta a idéia de que o olho é ativo no processo de visão. Segundo esse modelo, a luz não participa do processo de visão, sendo apenas necessário que o ambiente esteja "claro" para que o olho, ao mirar o objeto, seja capaz de enxergá-lo.

O segundo modelo, denominado "modelo sol", destaca a importância da luz vindo da fonte no processo de visão, mas não considera que parte da luz, além de iluminar o objeto, deve ser refletida por ele e penetrar em nossos olhos para que o vejamos. Finalmente o "modelo físico" ou científico, atribui ao olho uma função de receptor da luz refletida pelo objeto.

Linguagens das Ciências

Nas atividades de estudo desse tema, os estudantes devem ter oportunidades de utilizar corretamente e compreender:

- Palavras e frases relativas ao estudo do sistema nervoso e drogas: drogas pisicoativas, neurotransmissor, neurônios, concentração de substâncias, efeitos do uso de drogas e efeitos sociais
 
 

- Palavras e frases próprias relativas ao estudo de visão e fenômenos luminosos: propagação da luz, reflexão da luz, reflexão difusa e reflexão especular, sombra, imagem, cor dos objetos, partes e estruturas do olho, lente convergente.

Idéias chave

 
 
Tópico As drogas e seus efeitos no sistema nervoso: Corpo humano como sistema em equilíbrio, Estrutura do sistema nervoso, Transmissão de impulsos nervosos, Drogas que alteram o sistema nervoso, Conseqüências do uso de drogas no convívio social, Composição do álcool, Teor alcoólico de bebidas, Reações no sistema nervoso.

Tópico Luz e visão: Modelo antômico-funcional do olho humano, processo de visão ocorre no cérebro, adaptações dos aparelhos visuais de diferentes animais, propagação retilínea da luz e a formação de sombras, reflexão da luz e as cores dos objetos, modelo físico do processo de visão.

   
  CONTEÚDO BÁSICO COMUM

Eixo Temático II - Corpo Humano e Saúde
Tema 3: Interação do corpo com estímulos do ambiente

• Os tópicos obrigatórios são numerados em algarismos arábicos.
• Os tópicos complementares são numerados em algarismos romanos e o texto está em itálico.

 
 
Tópico
HabilidadeS BÁSICAS
21: Drogas e sistema nervoso • Compreender a estrutura do sistema nervoso
• Explicar a transmissão de impulsos nervosos
• Relacionar o efeito das drogas com a alteração do funcionamento do sistema nervoso
• Identificar drogas que alteram o sistema nervoso.
• Avaliar as conseqüências do uso das drogas no convívio social

22: Luz e visão • Associar a formação de sombras com a propagação retilínea da luz.
• Associar a reflexão da luz com as cores dos objetos e com a formação de imagens em espelhos.
• Analisar o processo de visão como resultado da reflexão da luz pelos objetos, da ação da retina quando estimulada por luz e do processamento e coordenação das informações pelo cérebro.
VII: Produção e percepção de sons • Identificar a presença de vibração em fenômenos de produção de sons.
• Utilizar o modelo ondulatório para descrever a propagação de sons.
• Reconhecer as qualidades dos sons (altura, intensidade e timbre) e associá-las a características do modelo ondulatório (frequência, amplitude e forma de onda)
• Descrever estruturas e funcionamento do ouvido humano
• Discutir o problema de perdas auditivas relacionadas à exposição a ruídos.
 
     

Página anterior Eixo Tematico III: Construindo modelos